quinta-feira, 30 de setembro de 2010

SESSÃO DO CINE CAJU - MILAGRE EM JUAZEIRO



SINOPSE

Ceará, 1889. Padre Cícero Romão Batista, pároco de Juazeiro do Norte, administra a comunhão aos fiéis. Entre eles está Maria de Araújo, mulher simples e religiosa. Quando recebe a hóstia das mãos do Padre e pousa em sua boca, a transforma em sangue. Milagre? O fenômeno se repete e se consolida a crença de que o Padre é um Santo e a beata Maria de Araújo, um instrumento de Deus.

As primeiras romarias começam a chegar a Juazeiro. O milagre pouco ortodoxo e de tanto apelo popular não agradou à Igreja Católica Apostólica Romana. Padre Cícero se vê privado dos misteres religiosos. Morre sem conseguir a absolvição, mas seu poder político perdura enquanto vive.

A polêmica continua até hoje. Juazeiro do Norte é cenário de uma das maiores romarias do Brasil e Padre Cícero é venerado como um verdadeiro Santo


FICHA DE INFORMAÇÕES DO FILME

Título: Milagre em Juazeiro
Duração: 83 min e 0 seg.
Ano: 1999
Cidade: UF(s): CE País: Brasil
Gênero: Documentário
Cor: Colorido


FICHA TÉCNICA

Direção: Wolney Oliveira
Roteiro: Verônica Guedes e Wolney Oliveira
Elenco: José Dumont, Marta Aurélia, Roberto Bonfim, B. de Paiva, Antônio Leite, Antonieta Noronha
Empresa(s) Co-produtora(s): Bucanero Filmes
Produção Executiva: Margarita Hernández
Direção de Produção: Valéria Cordeiro
Direção Fotografia: Raúl Pérez Ureta
Montagem/Edição: Mair Tavares e Severino Dada
Direção de Arte: Eurico Rocha
Figurino: Dami Damião
Técnico de Som Direto: Márcio Câmara e Fernando Cavalcanti (Fernandão)
Edição Som: Márcio Câmara
Mixagem: Nerio Barbieri
Descrições das Trilhas: Musica original: Sergio Vitier
Dados Técnicos
Disponível nos Suportes: Vídeo (DVD)
Som: Sonoro Stereo
Classificação Indicativa: Livre



SERVIÇO


Local: CINE CAJU
Data: 01 de outubro (sexta-feira)
Horário: 19:30 h
Endereço: Av. Moizaniel de Carvalho, 323 – Centro
Sede da ASSOCIAÇÃO CAJUPIRANGA
Entrada: Gratuita

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

ORIENTAÇÕES FINAIS DA PROMOTORA ELEITORAL SOBRE AS ELEIÇÕES DE 2010

Dra. Eliana Germano - Promotora Eleitoral



1 – TÉRMINO DA PROPAGANDA ELEITORAL

DIA 30.09.2010 – Último dia de realização de comícios, até as 24 horas e utilização de aparelhagem de sonorização fixa.

Último dia da propaganda eleitoral gratuita no rádio e TV.

DIA 01.10.2010 – Último dia para a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso.

DIA 02.10.2010 – Último dia pra realização de caminhadas, carreatas, passeatas ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos; e distribuição de propaganda eleitoral impressa (até as 22 horas). Importante: o microfone não pode ser usado para transformar o ato em comício!

Último dia para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8 horas e as 22 horas

DIA 03.10.2010 – NÃO É PERMITIDA PROPAGANDA ELEITORAL, apenas a manifestação da preferência do eleitor, desde que silenciosa, individual e EXCLUSIVAMENTE por meio de bandeiras, broches, dísticos ( e adesivos.


2 – O DIA DAS ELEIÇÕES

NÃO PODE:

• Aglomeração de pessoas com vestuário padronizado ou uso de bandeiras, broches, com ou sem utilização de veículos = BOCA DE URNA = Crime;
• Usar alto-falantes e amplificadores de som, comício e carreata;
• Propaganda de boca de urna;
• Nome de candidato e número de partido ou candidato nos crachás de fiscais;
• Usar camisetas e bonés com propaganda eleitoral = BOCA DE URNA;
• Transporte de eleitores, salvo os familiares que residem na mesma casa – somente a Justiça Eleitoral e linhas regulares e não fretadas podem transportar eleitores;
• Fornecer refeições a eleitores;
• Perturbar os trabalhos das seções de votação e desordem = CRIME;
• Venda de bebidas alcoólicas.

PODE:

• Usar individualmente broches, adesivos no corpo e no carro;
• Abrir comércio, desde que possibilitado aos empregados exercer o direito de voto;
• Fiscais de partidos e coligações somente podem usar crachá, com nome e sigla do partido, com tamanho máximo de 10 cm x 5 cm;
• E deve, todo cidadão que tiver conhecimento de infração penal eleitoral, comunicar ao Juiz Eleitoral, indicando os meios de prova, se possível.


Heliana Lucena Germano
Promotora Eleitoral

COMENTÁRIO DE CLODOALDO BARBOSA SOBRE ARTIGO PUBLICADO EM NOSSO BLOG

Clodoaldo Barbosa

Só falta o pessoal do Coco & Cia dizer que aquela fumaça é oxigênio puro.

Morei na região durante dez anos. Chegamos lá antes de instalarem aquele bueiro. Na época conversava com vários vizinhos e eles(as) sempre contavam uma história de alguém da família que teria problemas respiratórios surgidos ou agravados com aquela fumaça.

Algumas pessoas foram embora dalí por não aguentarem o odor e a fumaça. O ex-vereador Luiz Barbosa era uma dessas pessoas que se sentia prejudicada. Ele tinha problemas crônicos no sistema respiratório e precisa de ar o mais puro possível. Na época foram feitas várias reclamações e denúncias, inclusive ao Ministério Público e ao Idema. Nada foi resolvido.

O dinheiro e o apadrinhamento político sempre fala mais alto. Algumas pessoas se acomodaram com o problema e outras foram embora. As casas na região estão subvalorizadas por causa desse problema.

Não estou dizendo que o empresário Ednaldo Barreto é uma má pessoa. Além disso, sabemos da importância daquela indústria na geração de renda em nossa cidade, mas isso não justifica o preço que os moradores da região estão pagando.

O problema é antigo e a solução já deveria ter aparecido.

Parabéns pela postagem.

Clodoaldo Barbosa

DEMAGOGIA , FALÁCIAS E MEIAS VERDADES - A PAUTA DOS PALANQUES ELEITORAIS EM MIPIBU



Na reta final da campanha eleitoral ocorreram dois comícios curiosos em Mipibu. Um promovido pelos candidatos Hermano Morais e Henrique Alves, ambos do PMDB, e o outro por João Maia do PR.



COMÍCIO DE HERMANO/HENRIQUE



Henrique Alves no palanque do PMDB

Na terça-feira o deputado federal Henrique Alves, candidato à reeleição, marcou presença na cidade numa manifestação organizada pelos partidários do candidato a deputado estadual Hermano Morais.

Dessa manifestação foi possível observar cenas interessantíssimas.

Tanto Henrique quanto Hermano são filiados ao PMDB, partido coligado ao PSB, cujo candidato ao governo é Iberê Ferreira.

O comício era do PMDB, bastava olhar o palanque. Dr. Arízio, Jamaci, Júlio, Henrique e Hermano, todos de verde bacurau, sem falar no discurso inflamado de Henrique que fez um histórico do partido e de sua vida, desde o período em que foi perseguido pela ditadura militar, após a cassação do seu pai Aluízio Alves.

Um detalhe. Ao seu lado estava o principal defensor do maldito regime em São José de Mipibu naquele período, o ex-prefeito Janilson Ferreira.

Aos de memória curta, convém lembrar que na ditadura só existiam dois partidos, o MDB (Movimento Democrático Brasileiro) e a ARENA (Aliança Renovadora Nacional). A velha ARENA, hoje chamada de DEM, foi o sustentáculo político do famigerado regime.

Pra fechar as cenas de curiosidades do comício, nem Henrique, nem Hermano, pediram votos para seus candidatos, sequer, falaram em seus nomes.

Enquanto isso, em pleno palanque do PMDB, subiu o candidato a vice-governador de Rosalba (DEM), o deputado estadual Robison Farias que não economizou palavras.

Pediu votos na maior tranquilidade para a candidata do DEM, em pleno palanque do PMDB, debaixo dos narizes dos velhos caciques peemidebistas.

Mais surreal impossível.



COMÍCIO DE JOÃO MAIA


Foto: Daltro Emerenciano
Deputado João Maia discursa para os mipibuenses


Ontem, quarta-feira, foi a vez do deputado federal João Maia visitar a terrinha, ao lado do empresário Ednaldo Barreto e de algumas dezenas de "cabos eleitorais".

João Maia também não economizou palavras, meteu a lenha nos políticos locais chamando-os de demagogos quando se referiu ao episódio do bloqueio da BR-101, promovido pela comunidade mipibuense há poucos dias atrás. Finalmente o muro entrou na pauta dos candidatos.

Naquela ocasião compareceram ao protesto vários políticos que, de uma forma ou de outra, levaram o seu apoio ao povo de Mipibu num momento crucial, principalmente para os que moram do lado oposto ao centro da cidade. Extranho seria se nenhum deles tivesse comparecido. Mas, para o deputado João Maia que desconhece essa realidade, o protesto foi um ato demagógico.

De uma tacada só foram chamados de demagogos os seguintes políticos: Norma Ferreira (prefeita), Dr. Arízio Fernandes (vice-prefeito), Arlindo Dantas (deputado), Hermano Morais e Fábio Dantas (candidatos a deputado), Jamaci, Clidenor, Jean Nerino, Crisóstomo, Socorro, e Simone (vereadores).

Finalizando a noitada política foi a vez do empresário Ednaldo Barreto dar suas lenhadas.

Se João Maia meteu a lenha, Ednaldo baixou o porrete nos políticos locais e nas suas práticas eleitorais. Mentirosos e farsantes foram alguns dos adjetivos em que os mesmos foram enquadrados.

Ednaldo só esqueceu de um pequeno detalhe quando falou do "muro da vergonha".

Segundo ele, "vergonha é não ter educação e saúde de qualidade, é não ter emprego, é não haver respeito pelo povo". Nesse aspecto concordo plenamente com ele.

Só que ele esqueceu de citar outra grande vergonha mipibuense, a inércia da secretaria de turismo e meio ambiente do nosso município, conduzida por Magna Barreto, sua esposa.

Outro ponto marcante do discurso de Ednaldo foi a falta de respeito dos políticos com o povo de Mipibu.

Sugiro que ele faça uma pesquisa nos cojuntos habitacionais localizados próximos a sua fábrica, e inclua a seguinte pergunta: O Sr. se considera respeitado em receber fumaça na cara diariamente?

Certa vez conversei com Ednaldo sobre essa questão. Segundo ele, não há problema algum, pois, o que sai de sua fábrica é apenas o cheiro de côco.

Será que os moradores da área também pensam assim???



terça-feira, 28 de setembro de 2010

BANDA HARDWIND ARREBENTA NO "V HARD ROCK" EM MACAÍBA


O Hardwind deu um verdadeiro show no domingo (26) à tarde, dentro do V Hard Rock, que aconteceu na cidade de Macaíba/rn.


O grupo tocou músicas novas, algumas composições em português, que provavelmente estarão no próximo cd. Os arranjos estão cada vez mais complexos e ricos em harmonia.


O público interagiu com a banda - que foi super elogiada - numa das melhores apresentações nos últimos tempos.



Texto e fotos Valdeci Lima.


O QUE FORTALECE A IGREJA - ARTIGO DO PADRE MATIAS SOARES

Padre Matias Soares



O QUE FORTALECE A IGREJA?


O referencial da nossa conversão é Jesus Cristo. Sua pessoa e sua obra. Alguém poderia perguntar onde este mestre e senhor pode ser conhecido? A resposta é imediata: na palavra de Deus, claro que sem negar os demais lugares de encontro (cf. DA, n. 246-275). O princípio teológico e hermenêutico para o inicio deste processo é saber que ele “no princípio era o Verbo, e o Verbo estava voltado para Deus, e o Verbo era Deus (...) e o Verbo se fez carne e habitou entre nós (cf. Jo 1,1.14). Mesmo com sua preocupação circunstancial, a teologia paulina seria utilizada no futuro para que nós possamos compreender universalmente a importância da sua eclesiologia para o passado, para o presente e, ainda mais, para o futuro. Os padres conciliares ao apresentarem a Igreja, metaforicamente, como corpo de Cristo afirmam que “assim como são muitos os membros do corpo humano, mas o corpo é um só, também os fiéis (cf. 1Cor 12,12). Na edificação do corpo de Cristo há igualmente diversidade de membros e de funções. O Espírito é sempre o mesmo, que distribui os seus dons segundo sua generosidade, as necessidades do ministério e a utilidade da Igreja (in. LG, cf. 1Cor 12,1-11)”. Sem delongas, vale sublinhar três ações que sinalizam a augusta necessidade da Igreja como luz do mundo, a saber: 1) O testemunho; 2) A comunhão e 3) O profetismo.

O testemunho: O mundo está carente de testemunhas do Evangelho. Jesus, depois de falar da importância das bem aventuranças, acrescentou que os seus ‘ouvintes’ devem ser “Sal da terra e Luz do mundo (cf. Mt 5,13-16)”. As pessoas perderam os referenciais da Verdade. Esta inclui, sem dúvida, as palavras e as obras. A ação humana só ecoa se estiver carregada de testemunho de vida. Os pensadores da Humanidade falam duma crise do humano. Se existe uma confusão do que é humano é porque existe um obscurecimento do que é divino. O ocultamento de Deus é uma inventiva desumana de quem não entende que Ele é necessário para o esclarecimento humano. A crise da Era Posmoderna, delineada por pensadores sociais, é visível diante das crises existenciais do Humano. Os desencontros pessoais e globais são bases para a reflexão do que é mister ser mudado para o bem futuro da Humanidade. O testemunho cristão é Luz para essa empreitada. Isso porque é constituído sobre palavras de Vida Eterna.

A Comunhão: Esta constituição nos levará a uma possibilidade e necessária comunhão universal. Nenhum projeto de ética ou humanismo tem consistência sem uma unidade que respeite as diversidades. Claro que será uma projeção da Esperança cristã. Não da Utopia, que é um “não lugar”. A via cristã tem lugar no tempo e no espaço da História da Humanidade. Por isso, um sacramento universal de Vida e Salvação é condição imprescindível para esta realização.

O Profetismo: O verdadeiro profetismo não violenta a realidade. Infelizmente durante algum tempo existiu alguém que achou isto. A profecia para ser autenticamente divina não dispensa o que é humano; mas o aperfeiçoa e o condiciona à vontade de Deus. O amor e a razão elevam as atitudes do profeta. Ele não pode ser um mero visionário. Por acaso, o que é de Deus é ilusão?! Deus pode ser o pai de uma mentira? A História da Salvação para quem tem Fé é um auto-engano? Não. Como Discípulos de Jesus Cristo, somos chamados a ser profetas no Mundo, hoje.

Por fim, que nossas atitudes como filhos de Deus e da Igreja sejam as marcas da credibilidade tão necessária para consecução duma Sociedade onde ainda possa reinar a Verdade e a Justiça. Estas fortalecem as pessoas e a comunidade. Assim o seja!

Pe. Matias Soares
Pároco de São José de Mipibú-RN

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

ARTIGO DE LEONARDO BOFF - CONSOLIDAR A RUPTURA HISTÓRICA OPERADA PELO PT




Leonardo Boff *




CONSOLIDAR A RUPTURA HISTÓRICA
OPERADA PELO PT



Para mim o significado maior desta eleição é consolidar a ruptura que Lula e o PT instauraram na história política brasileira. Derrotaram as elites econômico-financeiras e seu braço ideológico, a grande imprensa comercial. Notoriamente, elas sempre mantiveram o povo à margem da cidadania, feito, na dura linguagem de nosso maior historiador mulato, Capistrano de Abreu, “capado e recapado, sangrado e ressangrado”. Elas estiveram montadas no poder por quase 500 anos. Organizaram o Estado de tal forma que seus privilégios ficassem sempre salvaguradados. Por isso, segundo dados do Banco Mundial, são aquelas que, proporcionalmente, mais acumulam no mundo e se contam, política e socialmente, entre as mais atrasadas e insensíveis. São vinte mil famílias que, mais ou menos, controlam 46% de toda a riqueza nacional, sendo que 1% delas possui 44% de todas as terras. Não admira que estejamos entre os países mais desiguais do mundo, o que equivale dizer, um dos mais injustos e perversos do planeta.

Até a vitória de um filho da pobreza, Lula, a casa grande e a senzala constituíam os gonzos que sustentavam o mundo social das elites. A casa grande não permitia que a senzala descobrisse que a riqueza das elites fora construída com seu trabalho superexplorado, com seu sangue e suas vidas, feitas carvão no processo produtivo. Com alianças espertas, embaralhavam diferentemente as cartas para manter sempre o mesmo jogo e, gozadores, repetiam: “façamos nós a revolução antes que o povo a faça”. E a revolução consistia em mudar um pouco para ficar tudo como antes. Destarte, abortavam a emergência de outro sujeito histórico de poder, capaz de ocupar a cena e inaugurar um tempo moderno e menos excludente. Entretanto, contra sua vontade, irromperam redes de movimentos sociais de resistência e de autonomia. Esse poder social se canalizou em poder político até conquistar o poder de Estado.

Escândalo dos escândalos para as mentes súcubas e alinhadas aos poderes mundiais: um operário, sobrevivente da grande tribulação, representante da cultura popular, um não educado academicamente na escola dos faraós, chegar ao poder central e devolver ao povo o sentimento de dignidade, de força histórica e de ser sujeito de uma democracia republicana, onde “a coisa pública”, o social, a vida lascada do povo ganhasse centralidade. Na linha de Gandhi, Lula anunciou: “não vim para administrar, vim para cuidar; empresa eu administro, um povo vivo e sofrido eu cuido”. Linguagem inaudita e instauradora de um novo tempo na política brasileira. O “Fome Zero”, depois o “Bolsa Família”, o “Crédito Consignado”, o “Luz para Todos”, o “Minha Casa, minha Vida, o “Agricultura familiar, o “Prouni”, as “Escolas Profissionais”, entre outras iniciativas sociais permitiram que a sociedade dos lascados conhecesse o que nunca as elites econômico-financeiras lhes permitiram: um salto de qualidade. Milhões passaram da miséria sofrida à pobreza digna e laboriosa e da pobreza para a classe média. Toda sociedade se mobilizou para melhor.

Mas essa derrota infligida às elites excludentes e anti-povo, deve ser consolidada nesta eleição por uma vitória convincente para que se configure um “não retorno definitivo” e elas percam a vergonha de se sentirem povo brasileiro assim como é e não como gostariam que fosse. Terminou o longo amanhecer.

Houve três olhares sobre o Brasil. Primeiro, foi visto a partir da praia: os índios assistindo a invasão de suas terras. Segundo, foi visto a partir das caravelas: os portugueses “descobrindo/encobrindo” o Brasil. O terceiro, o Brasil ousou ver-se a si mesmo e aí começou a invenção de uma república mestiça étnica e culturalmente que hoje somos. O Brasil enfrentou ainda quatro duras invasões: a colonização que dizimou os indígenas e introduziu a escravidão; a vinda dos povos novos, os emigrantes europeus que substituíram índios e escravos; a industrialização conservadora de substituição dos anos 30 do século passado mas que criou um vigoroso mercado interno e, por fim, a globalização econômico-financeira, inserindo-nos como sócios menores.

Face a esta história tortuosa, o Brasil se mostrou resiliente, quer dizer, enfrentou estas visões e intromissões, conseguindo dar a volta por cima e aprender de suas desgraças. Agora está colhendo os frutos.

Urge derrotar aquelas forças reacionárias que se escondem atrás do candidato da oposição. Não julgo a pessoa, coisa de Deus, mas o que representa como ator social. Celso Furtado, nosso melhor pensador em economia, morreu deixando uma advertência, título de seu livro A construção interrompida (1993): “Trata-se de saber se temos um futuro como nação que conta no devir humano. Ou se prevalecerão as forças que se empenham em interromper o nosso processo histórico de formação de um Estado-Nação” (p.35). Estas não podem prevalecer. Temos condições de completar a construção do Brasil, derrotando-as com Lula e as forças que realizarão o sonho de Celso Furtado e o nosso.


* Teólogo, filósofo e escritor
[Autor de Depois de 500 anos: que Brasil queremos, Vozes (2000)].


domingo, 26 de setembro de 2010

CAPACITAÇÃO - INAUGURADA PADARIA ESCOLA COMUNITÁRIA EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU

Foi inaugurada na última quinta-feira, 22 de setembro, a Padaria Escola Comunitária, mais uma iniciativa da ACCCSJM - Associação Comunitária de Comunicação e Cultura de São José de Mipibu.

Instrutores e alguns dos alunos já capacitados

O projeto visa capacitar pessoas no ofício de panificação e, ao mesmo tempo, contribuir com as famílias comprovadamente mais carentes através da venda de produtos subsidiados, mediante cadastro prévio.

Em razão do período eleitoral os cadastros só poderão ser feitos após as eleições.

Na. mesma ocasião também foi inaugurada a Escola Fixa de Inclusão Digital. Dotada de equipamentos modernos a escola vem complementar o trabalho que já era feito pelo ônibus itinerante.

A associação recebeu também recebeu três novos veículos, cuja função será ampliar, ainda mais, o trabalho já realizado pelo ônibus.

Deputado Arlindo Dantas falou da importância da capacitação

Na oportunidade foram entregues os certificados da última etapa do Curso de Iniciação em Informática, para 320 alunos residentes na sede do município.

Foram sorteados dois computadores e duas bolsas de estudo para um Curso de Computação pelo INBRAD, com duração de 10 meses.

Roger Robert o primeiro sorteado da noite recebe o computador do deputado Arlindo e do Secretário de Estado Gercino Saraiva

José Jackson também ganhou um computador

Ivaneide Gomes sorteada com a bolsa de estudos

Wellington Mateus também ganhou uma bolsa de estudos

Os números do projeto de capacitação são os seguintes:

SÃO JOSÉ DE MIPIBU

• CENTRO – 564
• BAIRRO NOVO – 144
• PAU-BRASIL – 144
• TANCREDO NEVES – 144
• ARENÃ – 144
• MENDES – 144
• JAPECANGA – 100
• LARANJEIRAS DOS COSMES – 144
• LARANJEIRAS DO ABDIAS – 144
• TABORDA – 96
• AREIA BRANCA – 96


OUTROS MUNICÍPIOS

• PEDRO VELHO – 48
• SÃO GONÇALO DO AMARANTE – 72
• LAGOA DE PEDRAS – 36
• GEORGINO AVELINO – 96
• MONTE ALEGRE – 192
• SANTO ANTÔNIO – 196


Todo esse trabalho só está sendo possível em função das parcerias entre a ACCCSJM e o Governo do Estado, através do SINE e da SETHAS, por intermédio de ações parlamentares do deputado estadual Arlindo Dantas.


Em novembro o restante dos trabalhos da nova sede da associação será concluído, com a transferência da rádio comunitária Ollho D’água para este novo endereço.


sábado, 25 de setembro de 2010

NPD NATAL ABRE INSCRIÇÕES PARA CURSO GRATUITO DE ROTEIRO DE FICÇÃO


O Governo do Estado do Rio Grande do Norte através da Fundação José Augusto realiza mais uma edição do projeto Núcleo de Produção Digital - NPD – Natal desta vez oferecendo gratuitamente o curso de “Roteiro para ficção” entre o dia 30 de setembro e 02 de outubro de 2010 na Pinacoteca do Estado. Para esta oficina serão selecionados o número máximo de 20 alunos que já devem ter tido alguma experiência prática como roteirista ou diretor.

Esta produção deve ser preferencialmente de ficção com qualquer tempo de duração. As inscrições serão feitas presencialmente na Assessoria de Comunicação da Fundação José Augusto, das 10h às 14h dos dias 24 e 27 de setembro.

Os interessados devem levar a produção audiovisual, a qual ele fez roteiro ou direção, que ele considera mais relevante para sua carreira juntamente com a ficha de inscrição que está disponibilizada no site www.fja.rn.gov.br. No ato da inscrição, devem ser entregues 04 vias da ficha de inscrição preenchidas e impressas acompanhadas também de quatro currículos do proponente e quatro cópias em DVDs da obra de sua autoria.

As aulas irão acontecer nos seguintes horários: 30 de setembro – quinta-feira: 17h30 às 22h; 01 de outubro – sexta-feira – 14h às 18h e 19h às 22h; 02 de outubro - sábado – 9h ás 13h e 14h30 às 19h.

Fonte: FJA.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

ENSAIO - MENINAS DA OFICINA DE FLAUTA DA CAJUPIRANGA NO YOU TUBE

FELIZ ANIVERSÁRIO - DONA LOURDES FREIRE

Dona Lourdes Freire

Hoje é uma data especialíssima. Hoje aniversaria Dona Lourdes Freire, minha querida mãe.

Uma mulher magnífica que consegue dosar carinho, firmeza, bondade e amor em medidas exatas.

Desconheço que haja um único cristão que, depois de conhecê-la, não se apaixone pela pessoa de Dona Lourdes Freire.

Dona Lourdes é mipibuense, nascida em 24 de setembro de 1927 na Fazenda Catolé, hoje município de Lagoa Salgada.

Ela é descendente da família Guedes de Moura, uma das mais antigas da região. De acordo com registros do Instituto Histórico e Geográfico, nos livros das sesmarias do Rio Grande do Norte, encontra-se a concessão das sesmaria nº 212, da data de 26 de abril de 1735, ao Sr. Manoel Guedes de Moura. A sesmaria tinha o nome de "Lagoa Limpa até o Poço da Caiçara", e estava situada, na ribeira do Trairi, em território do antigo município de São José de Mipibu.

A Fazenda Catolé está situada nessa região, e existe até os dias atuais. Por lá ainda moram vários primos, e um dos nossos tios.

Em 1947 ela transferiu-se para a sede do município de São José de Mipibu, após casar-se com Manoel Amaro Freire, com quem teve 6 filhos. Fátima, Elza, Hermes, Amauri, Amilton e Ângela, adotando ainda Cícero Amaro, figura queridíssima por todos nós.

Logo mais às 19:00 horas, nós vamos tentar reunir os que estão mais perto, (Hermes mora em Brasília), e cantar parabéns para essa mulher e mãe maravilhosa, junto com os muitos amigos da velha Rua Juvenal de Carvalho e de São José de Mipibu.

Parabéns Mamãe!!!

O HOMEM QUE VIROU SUCO - HOJE NO CINE CAJU


O filme trata da migração nordestina, que teve seu ápice entre as décadas de 1960 e 1980 em função da industrialização do Brasil, principalmente na região sudeste. Aborda também a discriminação étnica, a liberdade de expressão e os direitos humanos. O ótimo filme de Joaquim Batista de Andrade que marcou época.


SINOPSE

Deraldo, poeta popular recém-chegado do Nordeste a São Paulo, sobrevivendo de suas poesias e folhetos é confundido com o operário de uma multinacional que mata o patrão na festa que recebe o título de operário símbolo. O filme aborda a resistência do poeta diante de uma sociedade opressora, esmagando o homem dia-a-dia, eliminando suas raízes.


FICHA TÉCNICA

Título original: O Homem Que Virou Suco
Gênero: Drama
Duração: 90 min.
Lançamento (Brasil): 1980
Distribuição: Dinafilme, embrafilme e CDI
Direção: João Batista de Andrade
Assistente de direção: Adilson Ruiz
Roteiro: João Batista de Andrade
Produção: Raiz Produções
Produção executiva: Assunção Hernandes
Diretor de Produção: Wagner de Carvalho
Música: Vital Farias
Fotografia: Aloysio Raulino
Desenho de produção: Marisa Rebolo
Figurino: Marisa Rebolo
Edição: Alain Fresnot


ELENCO

José Dumont (Deraldo/Severino)
Aldo Bueno
Rafael de Carvalho
Ruthinéa de Moraes
Denoy de Oliveira
Dominguinhos
Ruth Escobar
Vital Farias
Barros Freire
Célia Maracajá
Renato Master
Luiz Alberto Pereira
Pedro Sertanejo


PREMIAÇÕES

- Medalha de Ouro (Melhor Filme) no Festival Internacional de Moscou 1981
- Festival de Gramado 1981: Melhor Roteiro, Melhor Ator, Melhor Ator Codjuvante
- Festival de Brasília 1980: Melhor Ator
- Festival Internacional de Huelva (Espanha) 1981: Melhor Ator
- Prêmio Mérito Humanitário (Juventude Soviética - Moscou) 1981
- Festival de Nevers (França) 1983: Melhor Filme, Prêmio da Crítica
- Prêmio Qualidade Concine 1983 (Brasil)
- Prêmio São Saruê, concedido pela Federação dos Cineclubes do Rio de Janeiro 1983

Fonte:http://www.adorocinemabrasileiro.com.br/filmes/homem-que-virou-suco/homem-que-virou-suco.asp

Post com a colaboração de Valdeci Lima.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

REALIZADA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE COMBATE ÀS DROGAS EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU


Numa iniciativa do Conselho Municipal de Saúde de São José de Mipbu, realizou-se na noite de ontem uma importante audiência pública para debater questões relacionadas ao avanço das drogas na cidade.

O evento contou com a presença de várias autoridades do município dentre elas a promotora de justiça Dra. Eliana Germano, o vice-prefeito Dr. Arízio Fernandes, o delegado de polícia Dr. Robson, a secretária de saúde municipal Dra. Solane, os vereadores Clidenor Ferreira e Socorro Melo.

Três ausências importantes foram observadas. A de um representante da polícia militar, a da prefeita Norma Ferreira e da juíza da comarca. A prefeita alegou motivos de “força maior” e a juíza mandou uma representante (Sra. Evilanir) que entrou muda e saiu calada, uma verdadeira negação, pois quem estava lá queria ouvir propostas e posicionamentos de todas as esferas. Quanto a polícia militar, que havia confirmado presença segundo o CMS, sequer apareceu por lá.



Muitos mipibuenses compareceram ao evento

Felizmente a boa participação popular foi um dos pontos positivos, numa demonstração de que a sociedade mipibuense encontra-se preocupada com o grave problema e quer respostas urgentes das nossas autoridades sobre a questão em pauta.

Dr.Robson - Delegado de Polícia Civil

Dentre as falas proferidas na noite, vale registrar a preocupação do delegado de polícia civil Dr. Robson com a realidade mipibuense, apesar do pouco tempo em que o mesmo encontra-se na cidade (cerca de três meses). Instigado pelo posicionamento de Amauri Freire (este blogueiro que vos escreve), Dr. Robson expôs sem “arrodeios” a triste realidade da estrutura da polícia em nossa cidade, que conta com apenas 10 policiais civis para dar cobertura a uma população de quase 40.000 habitantes.

Após ouvir as palavras do delegado, cheguei a triste conclusão de que estamos no “mato sem cachorro”, melhor dizendo, perdidos e sem saída no que diz respeito à segurança.

Dra. Eliana Germano - Promotora de Justiça

Nas falas de Dr. Arízio, Dra. Eliana e da Dra. Solane ficou patente a preocupação de todos com o problema.

Dra. Eliana como o representante do ministério público colocou-se à disposição da causa, fazendo uma ressalva apenas numa das propostas apresentadas pelo CMS, o toque de recolher. (voltaremos ao assunto mais adiante.)

Dr. Arízio Fernandes - Vice-prefeito

O vice-prefeito Dr. Arízio fez um interessante histórico sobre a questão. Na condição de médico falou com propriedade da gravidade dos efeitos provocados pelo consumo do crack, principalmente pelos jovens, falando também das iniciativas tomadas pelo governo municipal para enfrentar o problema.

Dra. Solane Costa - Secretária de Saúde Municipal

A secretária de Saúde Dra. Solane, apresentou aos presentes as iniciativas tomadas pela sua secretaria no combate às drogas. Na verdade a real função da saúde nesta questão é desenvolver políticas públicas de prevenção, coisa que não vem acontecendo de forma eficaz. Como conseqüência, sobra para a própria saúde as medidas corretivas. É a velha sátira do cão correndo atrás do rabo.

João Ventura - Presidente do CMS

Passadas as falas de possível registro o presidente do conselho, João Ventura, deu encaminhamento aos trabalhos apresentando as propostas sugeridas após uma Reunião Ampliada conduzida pelo CMS e pela Séc Municipal de Saúde, realizada em 11/08/2010, que são as seguintes:


• Criação de oficinas (Terapia Ocupacional, Esporte e Teatro)
• Prevenção do Combate as Drogas.
• Criação de um Gabinete de Gestão Integrada
• Implantação de um Serviço de Referencia para o Tratamento de Usuários de Drogas
• Criação de uma Frente Parlamentar Antidrogas
• Toque de Recolher


De todas as propostas apresentadas apenas uma delas gerou polêmica: o Toque de Recolher. De acordo com a Promotora de Justiça este procedimento é inconstitucional, apesar de estar sendo aplicado em várias cidades brasileiras.

O toque de recolher é uma atitude extrema pois, na prática, priva o cidadão do direito de ir e vir, algo que lhe é garantido pela Constituição Federal.

Entretanto diante de situações de esculhambação extrema, que é o caso de São José de Mipibu, onde menores são vistos diariamente fumando crack pelas praças e ruas madrugada afora, lamentavelmente seria UMA DAS ALTERNATIVAS para se começar, de fato, a enfrentar o gravíssimo problema.

Sei que alguns não concordarão com essa tese, mas pergunto eu. O QUE FAZ UM JOVEM, MENOR DE IDADE, DEPOIS DE MEIA NOITE PERAMBULANDO PELAS RUAS E PRAÇAS DA CIDADE???

No final da audiência não houve consenso sobre as alternativas apresentadas, ficando decidida a realização de uma reunião do CMS para analisar as várias sugestões apresentadas pelos presentes, contando também com a presença de membros da sociedade civil.


OUTRAS AUSÊNCIAS


Membros do Conselho Tutelar e de entidades

Vale também registar as ausências de muitas entidades, devidamente convidadas pelo CMS, dentre elas todos os Conselhos Municipais. Só para se ter uma idéia, apenas três conselheiros tutelares compareceram.


Mesmo com os contratempos e polêmicas, normais em discussões dessa natureza, a audiência foi positiva e, como falei durante o evento, esse foi apenas o ponta-pé inicial de um movimento que não tem dia nem hora para acabar.

A situação é grave, porém, se continuarmos unidos, a longo prazo poderemos colher bons frutos.


BANDA HARDWIND PARTICIPARÁ DO "HARD ROCK MACAÍBA 2010"


Show de Rock and Roll no próximo domingo na cidade de Macaíba, com a realização do "HARD ROCK MACAÍBA 2010".

O evento contará com a participação de várias bandas dentre elas: HARDWIND, MONOLIGTH, BLACK SABATH COVER, DELICE MASTER e COMANDO ETÍLICO.

A senha de entrada custará R$ 10 e também dará direito às picinas do clube e uma deliciosa feijoada.

Maiores informações pelos telefones: (84) 9422 8420 - 8845 5794.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

terça-feira, 21 de setembro de 2010

É MELHOR SER OUVIDO - ARTIGO DO PADRE MATIAS

Padre Matias Soares



É MELHOR SER OUVIDO


Nos vários recantos do País o Povo se prepara para escolher os seus representantes no exercício do Poder. Alguém, logo poderia rebater esta afirmação, que esse mesmo Povo não está ciente disto; contudo, essa continua sendo a realidade. As vontades são concedidas aos políticos para que os mesmos façam e efetivem o bem da coletividade. Se a pilantragem existe, eis aí outra questão que só caberá aos eleitores tomarem a iniciativa de mudar para melhor. Contudo, vale a indicação sempre necessária duma reformulação do pensar social que torne viável uma democracia fundada nas aptidões humanas fundamentais, como por exemplo, o respeito pela vida, desde a sua concepção até a sua morte natural, educação, moradia, segurança, lazer, comida, saúde e tantos outros bens necessários à integração física, psicológica e social das pessoas.

Quando vemos cidadãos muitas vezes até de formação acadêmica elevada, que vivem aplaudindo políticos despreparados, mesmo sabendo que eles mentem deslavadamente e sem nenhuma proposta legislativa e executiva enganam à massa sofrida, é que é decepcionante! Não adianta se enganar com o engano. Elogiar um incompetente com palmas e assovios é próprio da alienação infiltrada nos meios populares. Não existe líder enganador. Ele é só um aproveitador. Nós estamos na Era da mediocridade. Os valores perderam os fundamentos, que se relativizaram. O sentido da vida só é nutrido pela Verdade e esse horizonte para o qual todos queremos nos encaminhar. Porque alimentar uma mentira quando nós desejamos só a verdade?! A esquizofrenia está acontecendo justamente neste ponto. No mundo da política está sendo apresentado o perfil de líder que é aplaudido para ser ouvido e não ouvido para ser ovacionado. Agora isto sucede por que?! A política naufragou na mentira e agora tem sérias dificuldades para se restabelecer. Há quem diga que a democracia brasileira é uma pilhéria. Sem dúvida porque o nosso povo não é preparado para votar e nem para ser votado. Por incrível que pareça, uma pessoa de caráter tem vergonha de ser político nas nossas comunidades. Isto é terrível para quem sonha ver no poder que emana dos anseios do Povo uma esperança de pensar num melhor, onde a solidariedade e a justiça possam acontecer. Ressalto que esta discussão vale também para os ambientes eclesiais. Nesta situação o elemento indubitável para que esta trans formação aconteça existe, que é a Palavra de Deus. Basta conferir todos os discursos de Jesus sobre o Reino de Deus e o que ele significa. Um cristão não deve nunca se contentar em elogiar e se emparelhar com a mentira. “Às vezes acontece de até sacerdotes entrarem por esta linha; mas, o que se observa é que logo perdem a credibilidade da própria comunidade que deveria ouvi-lo e não só elogiá-lo, isto porque as palmas podem ser fruto da retórica enquanto que a escuta só acontece pela força do testemunho de vida”.

Sendo assim, vamos dar passos para que as nossas vidas, que têm sempre sua dimensão política, possam ser sinais da verdade que liberta os seres humanos das suas próprias mentiras que só lhe fazem sofrer e a seus semelhantes. O Cristão não se contenta com o seu próprio bem; mas sim, com a alegria de todos aqueles que são convidados a participar das festas dos filhos de Deus. Por isso, votemos conscientes e não batamos palmas para os mentirosos e medíocres de carteirinha. Vamos exigir mudanças qualitativas e quantitativas na ação política de nossos representantes. Assim o seja!

Pe. Matias Soares
Pároco de São José de Mipibú-RN

O AVANÇO DAS DROGAS EM MIPIBU - (AMANHÃ HAVERÁ UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE O TEMA)


Em março de 2010 escrevi o texto abaixo, onde denunciei as mazelas e desgraças proporcionadas pelo consumo de drogas, principalmente entre os jovens mipibuenses.

Seis meses depois, finalmente as autoridades locais resolveram enfrentar a questão, e realizarão uma Audiência Pública amanhã, 22 de setembro, onde o tema será debatido.

Espero que no final do evento, sejam traçadas diretrizes eficientes no sentido de enfrentar o problema.

A tarefa não é fácil, entretanto, se não tomarmos medidas urgentes agora, a coisa descambará para o incontrolável. Tenho certeza a sociedade mipibuense não quer isso.

É importante que toda a comunidade compareça nesse debate amanhã, apesar do atraso.



**************************************



CRACK A DROGA DA MORTE PREOCUPA MIPIBU



É de uma velocidade vertiginosa a forma como o crack estraçalha a vida de um ser humano.

A pedra da droga que custa R$ 5,00 (cinco reais), é um produto elaborado dos restos da cocaína, e atrai, sem distinção, ricos e pobres, crianças e adultos, trabalhadores e desempregados.

Os efeitos no cérebro, a loucura por mais um cachimbo, a transformação de corpos saudáveis em figuras esquálidas, e a total ausência de pudor em roubar para manter ou aquietar o maldito vício, fazem parte da rotina dos que consomem a terrível droga.

Outrora restrita aos meninos de rua do centro de São Paulo/Rio, coisa que costumávamos ver apenas na televisão, a droga ganhou o rumo das pequenas cidades brasileiras, atingindo lugares onde jamais se imaginaria que ela chegasse.

Aqui em Mipibu a coisa já tomou um rumo, no mínimo, preocupante partindo para alarmante, se não forem tomadas medidas urgentes.

É comum ouvir histórias de pessoas jovens, filhos e filhas de pessoas conhecidas e próximas a nós mesmos, envolvidas e completamente dominadas pelo vício.

Hoje, digo isso porque já vi, qualquer pessoa, seja de maior ou de menor idade tem acesso a droga em vários pontos de São José de Mipibu, inclusive nas praças do centro da cidade, sem falar na já “famosa” área da mata da bica, transformada numa boca-de-fumo.

Vejam só no que se transformou um dos mais belos pontos turísticos da cidade, outrora utilizado pelas famílias mipibuenses para tomar banho, ou se refrescar nas águas límpidas da nascente do rio Mipibu.

Os mipibuenses ausentes já devem estar de cabelo em pé, mas infelizmente a realidade é essa.

O problema é grave e requer muita coragem para enfrentá-lo.

Por falar em coragem, nunca é tarde lembrar dos discursos da atual prefeita nos palanques da campanha eleitoral.

“CORAGEM EU TENHO”, dizia nossa prefeita bradando nas praças e ruas da cidade, e o povo pensando que ela tinha toda aquela coragem, lhe entregou confiantemente o comando da cidade.

De fato ela teve coragem sim, mas de deixar São José e se mudar para Natal com sua família, fugindo da realidade de total insegurança que afugenta e assusta os que de fato moram e aqui vivem.

Recentemente tivemos mais um capítulo nessa triste novela.

O vereador Kerinho sofreu um assalto brutal em sua granja, sendo covardemente agredido por bandidos impiedosos, juntamente com sua esposa, e um filho de poucos meses de idade.

Felizmente ele conseguiu se safar, escapando por pouco de uma tragédia ainda maior, tendo inclusive recuperado os bens que lhe foram roubados, graças a uma ação muita bem sucedida da PRF – Polícia Rodoviária Federal, que prendeu os meliantes.

Antes que alguém diga que eu só sei criticar, vai aqui uma sugestão:

Sugiro que seja feita uma Audiência Pública, encabeçada pela Câmara de Vereadores de São José de Mipibu, convocando ou convidando as seguintes autoridades:

A Prefeita Municipal, o Delegado de Polícia Civil, o Chefe do Pelotão de Polícia Militar, a Promotora Pública, a Juíza da Comarca, Representantes da Sociedade Civil e, sem nenhuma justificativa de falta, o Secretário de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Norte.

Essa audiência deverá ser pautada, única e exclusivamente, em duas questões.

Segurança pública e tráfico de drogas no âmbito do município de São José de Mipibu.

Um aviso.

De nada adiantará essa audiência se, no final, não forem traçadas diretrizes e assumidos compromissos no sentido COMEÇAR a enfrentar o problema.

Fica aqui esse recado de um mipibuense que, invariavelmente, também sofre com as mazelas narradas nesse artigo.

Ao contrário de outras figuras aqui da aldeia, coragem eu tive (e continuarei tendo), pelo menos de denunciar através desse texto, coisa que muitos se esquivam ou fingem que não estão vendo.


* Matéria publicada em 16 de março de 2010.


AUDIÊNCIA PÚBLICA - AS DROGAS E SUAS CONSEQÜÊNCIAS, PROPOSTAS PARA O MUNICÍPIO

O Conselho Municipal de Saúde de São José de Mipibu, promove amanhã, 22 de setembro, uma importante Audiência Pública, onde serão debatidas propostas relacionadas às drogas e suas conseqüências na sociedade mipibuense.

O tema é preocupante e já foi tratado neste blog em março de 2010. Foi denunciado, naquela ocasião, o avanço indiscriminado das drogas na cidade, os inúmeros problemas decorrentes do seu uso, e, o mais curioso, foi sugerida justamente uma Audiência Pública para discutir a questão.

Com 6 (seis) meses de atraso finalmente as autoridades municipais resolveram enfrentar a questão.

Amanhã eu estarei lá, e reforço o convite feito pelo CMS.

Antes tarde do que nunca.


***************************************


C O N V I T E



Prezado senhor,

Vimos, pelo presente, convidar Vossa senhoria e os demais, para participar da audiência pública que acontece no dia 22 de setembro de 2010 às 19h00min no Centro Social e Pastoral desta cidade, Audiência esta fruto da Reunião Ampliada que aconteceu no dia 11/08/2010. Queremos informar ainda que foram apresentadas 06(seis) Propostas para o Município relacionado ás Drogas e Suas Conseqüências na Sociedade.São elas:


Propostas do grupo verde


• Toque de Recolher

• Criação de oficinas (Terapia Ocupacional,Esporte e Teatro)

• Prevenção do Combate as Drogas.


Proposta do Grupo Vermelho

• Criação de um Gabinete de Gestão Integrada

• Implantação de um Serviço de Referencia para o Tratamento de Usuários de Drogas

• Criação de uma Frente Parlamentar Ante Drogas


São José de Mipibu/RN, 31 de Agosto de 2010

João Ventura da Silva
Presidente do CMS


segunda-feira, 20 de setembro de 2010

MIPIBU DIVIDIDA - A ALDEIA REAGE DE FORMA ORGANIZADA E PACÍFICA, PARANDO O TRÂNSITO DA BR-101 POR 15 MINUTOS NA TARDE DE HOJE


O povo de Mipibu deu provas na tarde de hoje que não está para brincadeira sobre o problema da duplicação da BR 101.

Várias faixas foram levadas por populares

De forma organizada e pacífica centenas de pessoas fecharam o tráfego da rodovia durante 15 minutos, protestando pela falta de critério do DNIT que resolveu construir um muro na área urbana da cidade, antes das passarelas de pedestres.

Como já falei antes, um verdadeiro contra-senso, pois é inadmissível deixar todo o povo que reside no lado oposto ao centro da cidade, sem acessibilidade e expondo-se diariamente aos riscos de acidentes por atropelamentos.

O povo se concentrou meia hora antes

O protesto foi marcado para as 16:00h, e meia hora antes as pessoas começaram a chegar, juntando-se calmamente umas as outras com o mesmo objetivo. Parar o trânsito da BR-101 por 15 minutos.

Nesse intervalo de tempo apareceram duas viaturas da polícia rodoviária federal que, de forma educada acatou a decisão tomada pelos mipibuenses, e, prudentemente ajudou a organizar o ato, alertando os motoristas cerca de 500 metros antes do local.

As pessoas de mãos dadas fecharam a pista

Pontualmente às 16:00h, todos os que estavam presentes ocuparam as três pistas parando o trânsito da rodovia, sem nenhuma resistência dos motoristas.

Durante os 15 minutos apenas o locutor (Rogerinho) do carro de som fez uso do microfone, orientando as pessoas e informando repetidamente aos motoristas o real motivo do protesto.

Apesar do grande número de políticos presentes ao ato, nenhum deles fez uso da palavra, algo perfeitamente compreensível para a ocasião. O ato era um protesto público e não um comício.

Pelo que pudemos observar, o protesto foi extremamente positivo, pois chamou a atenção da grande imprensa. Quase todas as redes de TV da capital se fizeram presentes, dando uma ampla cobertura ao evento. A imprensa escrita também compareceu, havia pelo menos três jornalistas entrevistando desde autoridades locais como também cidadãos comuns, na verdade os mais prejudicados nessa questão.

Entretanto faz-se necessário, à partir de agora, manter a população muito bem informada sobre o posicionamento do DNIT sobre o caso. Se não houver uma sinalização do órgão no sentido de rever o cronograma, construindo primeiro as passarelas, podem ter certeza que haverão outras paralisações. Sugiro inclusive que seja aumentado o tempo para 30 minutos (meia hora).

Vamos aguardar.


VEJA A SEGUIR FLASHES DO EVENTO


Vereador Jamaci, Dedé Alves e Alcimar

Um cadeirante deu entrevista para a TV Cabugi

Catarina Pinheiro também foi entrevistada

Fábio Dantas e Clidenor

A prefeita Norma e o vice Arizio com os vereadores de Mipibu Jamaci e Socorro, e o vereador natalense Hermano Morais

Arlindo Dantas o único deputado presente com a prefeita Norma

A avó Nativa trouxe as duas netas

domingo, 19 de setembro de 2010

NOTA DA DEPUTADA FEDERAL FÁTIMA BEZERRA SOBRE AS DECLARAÇÕES DA PREFEITA MICARLA

Deputada Federal Fátima Bezerra


A prefeita de Natal preferiu fazer
campanha a administrar a cidade


A prefeita de Natal Micarla de Souza resolveu eleger a irmã e o marido deputado federal e estadual, respectivamente. Para isso, entrou na campanha com o discurso de que sua administração está sendo discriminada e que “gabinetes em Brasília” trabalham contra sua gestão. Isso ela deixou claro na entrevista que concedeu na manhã desta sexta-feira, no Jornal 96.

Micarla diz que “existe uma orquestração desde o dia que tomei posse” para que os recursos não venham para Natal. A prefeita não identifica de quem são os “gabinetes em Brasília”, mas é bom que se registre que ela foi eleita em 2008 com o apoio de SETE parlamentares federais do RN. Hoje conta com o apoio de NOVE dos ONZE parlamentares, inclusive dos TRÊS senadores.

Em tese, apenas o meu mandato e o da deputada Sandra Rosado não fazem parte do seu bloco de apoio. Mesmo assim eu e Sandra nunca nos opusemos a nada que trouxesse benefício para Natal por revanchismo político.

Ocorre que a prefeita resolveu me escolher para justificar a sua má administração. Provocada pelo jornalista Diógenes Dantas, que me citou nominalmente, Micarla questionou porque Natal recebia recursos provenientes de emendas do nosso mandato ao Orçamento Geral da União na época do prefeito Carlos Eduardo, e agora não mais.

Resposta simples: nosso mandato ainda espera que a Prefeitura realize as obras das emendas que ficaram pendentes, como as obras do Mercado Modelo (o mercado das Rocas), a creche do bairro Planalto, as obras do bairro Nossa Senhora da Apresentação, além de várias praças nas quatro zonas da cidade. Continuamos a alocar recursos para Prefeituras que, com competência, realizam as obras que o povo espera e necessita.

Micarla não acredita, mas diz que eu quero me vingar da cidade por não ter sido eleita prefeita. Não diz, entretanto, que nosso mandato destinou emenda de CINCO MILHÕES E SEISCENTOS MIL REAIS para Natal quando ela e Carlos Eduardo foram eleitos, quando o PT ainda não participava daquela gestão.

A prefeita também reclamou no Jornal 96 do fato de eu ter participado da mobilização dos professores, na tarde desta quinta-feira, em defesa do Piso Salarial. Entendo a prefeita estranhar, afinal, ela não tem ligação e não sabe o que é a militância dos movimentos sociais. O nosso mandato nasceu nos movimentos sociais e com eles sempre trabalhou. Principalmente na área da EDUCAÇÃO.

Fui à mobilização dos professores - que teve a coordenação do SINTE-RN - atendendo a um chamamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação. A mobilização aconteceu em todo país, e estranho seria se eu não tivesse participado. Afinal, sou professora, estou deputada federal e nessa condição coordeno a Frente Parlamentar Nacional em Defesa do Piso dos Professores na Câmara dos Deputados.

Acredito que já é hora da prefeita Micarla de Souza descer do palanque e começar a administrar a cidade com competência. Assumir a falta de competência que têm caracterizado esses dois anos de gestão e tentar, pelo bem do povo, corrigir esse apagão administrativo. Nessa campanha tenho revisitado todos os bairros de Natal e o que vejo é a revolta do povo com a gestão municipal. Natal não merecia isso.

Fátima Bezerra Deputada Federal PT RN

ELEIÇÕES 2010 - DEBATE COM PRESIDENCIÁVEIS NA REDE DE TVs CATÓLICAS



CNBB define debate com presidenciáveis
que terá transmissão das TVs católicas

Local: UCB (Universidade Católica de Brasília)

Data: 23 de setembro de 2010, das 21h30 às 23h30

Transmissão AO VIVO:

TVs e rádios de inspiração católica
Sites da Universidade Católica de Brasília
Sites das entidades promotoras


Convidados:


Participaram da reunião os representantes das seguintes candidaturas.

Marina Silva (PV)
José Serra (PSDB)
Dilma Rousseff (PT)
Plínio Sampaio (PSol)

São candidatos à Presidência cujos partidos têm representação na Câmara dos Deputados.

Sobre os assuntos:

-Prioridade para os problemas sociais que afetam diretamente a população brasileira
-A pauta terá foco os mais empobrecidos da sociedade
-Olhar para a sociedade que nós queremos com o voto
-Questão do desenvolvimento urbano à moradia
-Reforma agrária
-Família
-Questões referentes ao desenvolvimento humano
-"Os temas ligados à defesa da vida estarão inseridos"

Algumas regras:

Debate dividido em quatro blocos e três intervalos
Cada candidato terá, em média, 3 minutos para responder às perguntas
Cada um poderá levar até 43 convidados
Cada uma das entidades organizadoras poderá convidar 50 pessoas
O público é estimado em 500 pessoas.

Promoção:

Comissão Brasileira Justiça e Paz
Universidade Católica de Brasília
Associação Nacional de Educação Católica
Associação Brasileira de Universidades Comunitárias
Apoio da CNBB.

Fonte: CNBB


Post enviado pelo Padre Matias Soares


sábado, 18 de setembro de 2010

MIPIBU DIVIDIDA - A ALDEIA REAGE

Foto: Arquivo Amauri Freire
O tal "muro da Vergonha" avança pela cidade


Finalmente a aldeia reagiu de forma organizada à forma como o DNIT vem realizando a duplicação da BR 101 na área urbana de Mipibu. Após vários artigos publicados em blogs locais, no jornal O Alerta, e, inclusive na imprensa da capital, finalmente o “barulho” chegou aos ouvidos de algumas autoridades municipais que, reunidas com membros da sociedade civil decidiram realizar um protesto na próxima segunda-feira.
Foto: Catarina Pinheiro
Grupo se reuniu na Câmara Municipal

A decisão tomada pelo grupo foi de paralisar o trânsito da rodovia por 15 minutos, numa tentativa de chamar a atenção do DNIT, no sentido de rever o cronograma da obra, principalmente no ponto considerado mais crítico que é a construção das passarelas para os pedestres.

Outro ponto importante que também soubemos após esta reunião, foi o envio de um ofício da Câmara de Vereadores à Prefeitura Municipal, solicitando, em regime de URGÊNCIA, o EMBARGO DA OBRA e o pedido de que não se libere a BR enquanto não houver GARANTIA da passagem SEGURA para os pedestres.

Ótima notícia, e parabéns ao vereador Jamaci, autor da proposta, que foi aprovada por unanimidade pelos demais vereadores.

Esta proposta vai de encontro ao meu entendimento. Na verdade esta obra deveria ser realmente paralisada, pois, sem passarelas, não há cristão que consiga atravessar com segurança as duas pistas marginais e mais as duas principais, sem falar no “bendito” muro.

Por me encontrar trabalhando em Guamaré, cerca de 220 Km de Mipibu, infelizmente não pude participar da reunião da última quinta-feira, pois teria reforçado esta tese.

Na próxima segunda-feira lamentavelmente ainda não estarei em Mipibu, pois caso estivesse, seguramente participaria deste ato público, importantíssimo para a segurança e o bem estar das pessoas que moram do lado oposto ao centro da cidade.

Diante de tais fatos fica mais do que claro e evidente que, a sociedade como um todo, unida e organizada, com certeza fará a diferença e dará um novo rumo problema.

Duplicação sim!

Desde que: COM PASSARELAS, RETORNOS E ATÉ SEMÁFOROS, CASO SEJAM NECESSÁRIOS.